Cartinha do(a) leitor(a)

Geralmente não dou muita atenção pro spam que recebo, porém esse foi tão engraçado que achei que valeria um post. Prezado(a) leitor(a) “Blablabla”, espero que você não se importe com o fato de eu me divertir às suas custas; na verdade se você se importasse teria a decência de ao menos colocar um nome e email de verdade — duvido que ateusidiotas@pobrescoitados.com seja um endereço de email válido. Segue o blablablá do “Blablabla”, seguido de meus comentários:

Com certeza esse blog equivale a nada… Infelizmente tive que deixar um comentário aqui, por esse seu texto (se é que posso chamar assim!) se tratar de lixo virtual.
Não me lembro de ter pedido pra você ler meu blog e muito menos deixar um comentário. Corrija-me se eu estiver errado.
Concordo, no entanto, que infelizmente você teve que deixar um comentário aqui; “infeliz” é a palavra perfeita pra definir essa sua decisão.

Senão (sic) tens fé, o que disse um dia ter tido, fique calado, e contente-se com suas idéias filosóficas baseadas em meras frases de netos de primatas. Se você veio do macaco, contente-se e coma uma banana.
Vamos lá… um pouco mais abaixo nosso(a) amigo(a) fala em livre arbítrio. Que livre arbítrio é esse que me manda ficar calado? Pense um pouco mais (aprenda com os macacos, que tem a capacidade de raciocinar) antes de falar.
Se formos discutir a teoria da evolução versus o que está escrito na Bíblia, eu deveria convidá-lo(a) a conversar com a parede, que contém diversos parentes seus? Caso não tenha entendido a piada, os tijolos vieram do barro assim como, de acordo com a Bíblia, toda a raça humana.

Essa campanha do Oziel, nada mais é que arrecadação de lucro, além do que realmente é válido para sua cirurgia, por parte dos que se auto-julgam (sic) “ateus”.
Isso é uma acusação séria. Você tem provas? Se não tiver acho melhor não sair falando o que não sabe. Vai que alguém consegue te reconhecer e te pede pra prestar contas, não é verdade?

Pode ter certeza que quanto mais falam mal em Deus, mais ele é exaltado! ^^
OK… quero entender a lógica disso.

Ninguém é obrigado a crer, tem o livre-arbítrio.
Muito obrigado! Era tudo o que eu precisava ouvir!

Senão (sic) crê, não tem razão pra viver! E quando estiver morrendo, vai clamar, pode ter certeza!
Mais uma coisa que eu quero entender: eu tenho o “livre arbítrio” pra não crer mas não tenho razão pra viver se eu escolher não crer? Explique, por favor.

Ah, esqueci… você não se identificou. Estou falando com as paredes — sem piadinha envolvendo a Bíblia desta vez.

De qualquer forma, obrigado por me proporcionar tamanho divertimento!

Explore posts in the same categories: Aleatórios

2 Comentários em “Cartinha do(a) leitor(a)”

  1. marimaroca Says:

    HAHAHHAAHHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA quanta ignorância! Chessus!

    ***

    Pessoas assim dizem que temos que ser bons. Aí vc ajuda uma pessoa a conseguir uma cirurgia de reconstrução de face — pq o governo não faz seu papel — e vc ainda é julgado?

    Ainda prefiro dar dinheiro a uma pessoa que realmente precisa, como o Oziel, do que a uma igreja…. mas enfim…. mera questão de princípio.

    ***

    Que me lembre, as religiões em geral dizem que vc deve ajudar o próximo sem esperar nada em troca, não é verdade?

    Infelizmente, os religiosos estão muito mais acostumados a fazer CARIDADE do que SOLIDARIEDADE.

    Caridade = Fazer o bem pq a Igreja diz que precisamos fazer o bem, assim garantimos um lugar no paraíso após a nossa morte.

    Solidariedade = Fazer o bem por se identificar com uma causa, pq vc se sente bem fazendo o bem, pq vc se coloca na situação do outro (empatia) e sofre com o sofrimento dela.

    ***

    Se a pessoa usa o dinheiro de uma doação para outros fins, não é o doador o ruim da história, mas quem se utilizou de uma situação para “ganhar” dinheiro. Engraçado que isso acontece a todo momento nessas igrejas por aí, mas ninguém questiona o pq um pastor mora numa mansão enquanto os reles mortais passam fome? Ninguém se pergunta pq a Igreja Católica é toda feita em ouro? Se é para questionar uma boa intenção, então questionemos TODOS que se dizem bem-intencionados, não?

    ***

    No caso do Oziel, tenho certeza de que ele vai fazer a cirurgia, vai pagar muito caro por isso, e que vai sobrar muito dinheiro. Sim, muito dinheiro para tomar muitos remédios, fazer muitas outras cirurgias (pq nesse caso, 1 só não costuma bastar), milhares de sessões de fisioterapia e fonoaudiologia… enfim, serão tantos gastos, que se duvidar, daqui a alguns meses ele precisará fazer uma nova campanha para contar, mais uma vez, com a ajuda daqueles que, independente da crença ou não-crença, apoiaram a sua causa, solidariamente.

    • autoajudasentimental Says:

      Pois é… acho engraçado como as pessoas levantam falácias pra justificar o fato de NÃO terem contribuído… claro que tem muita gente por aí precisando de ajuda, e infelizmente não podemos ajudar todas elas. Mas se pudermos ajudar UMA pessoa já teremos feito algo bacana. E quem só fica reclamando e não mexe a bunda da cadeira nem pra ajudar a si próprio(a)?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: