Café

Preciso parar de tomar café.

Na verdade eu preciso descobrir o que me deixa tão ansioso e irritado. A cafeína é só uma das coisas que eu percebi que têm esse poder.

Mas sei lá, de uns tempos pra cá tenho me irritado com uma facilidade preocupante. Tenho alimentado preocupações bobas (pra não dizer inúteis), tenho me incomodado com provocações de gente que não merece meu tempo, fico dando atenção a sentimentos que já não deveriam se manifestar — e, juro, não estou falando da minha ex desta vez!

O café é só um dos bodes expiatórios. Mas, pelo que notei, é um dos mais poderosos: quando tomo café parece que passo o dia inteiro prestes a explodir, a ter um piripaque. Sinto calafrios, o coração dispara do nada, transpiro absurdamente…

Por falar em transpirar, esse calor que tem feito não colabora nem um pouco também. A impressão que tenho é de que estou dentro do forno! E aí me dá um ódio por não poder fazer muita coisa pra combater o calor… somando isso ao trânsito e às pessoas nas ruas que chegam a me dar uma espécie de fobia… já dá pra imaginar aonde chega o nível de irritação, né?

Engraçado que isso acontece justamente quando eu tenho a percepção de que tudo está, finalmente, indo pra um caminho feliz na minha vida. Vai entender…

• – • – •

O fato é que, apesar de todas as coisas boas que tem acontecido na minha vida, parece que falta alguma coisa. Ou talvez o problema nem seja esse; acho que alguma coisa (que eu não sei o que é) me preocupa e me deixa assim, agoniado. De qualquer forma, esse sentimento me faz lembrar de 2008, o ano das minhas lições aprendidas. E eu não gosto nem um pouco disso…

Explore posts in the same categories: Pensamentos

3 Comentários em “Café”

  1. Rachel Says:

    Nem vem…
    Eu também tenho esse problema com café.
    Mas o que eu quero dizer é que VC SABE MUITO BEM (e até disse) que esse tal ano de 2008 só trouxe aprendizado, sabedoria e te fortaleceu pra enfrentar o que viesse.
    Quando tá tudo bem, a gente engole só um sapo e mata só um leão por dia… E é assim que é!
    E lembre-se que nada nem ninguém tem o direito de chateá-lo, entristecê-lo e IRRITÁ-LO, a não ser que você permita!
    Bjokas

    • autoajudasentimental Says:

      Vou lembrar das suas palavras, Rachel. E sim, concordo contigo q eu precisava aprender um monte de coisas mesmo!😉
      Beijão!

  2. Davi Paladini Says:

    Há há, até parece que fui eu quem escreveu esse texto. E eu já senti o tamanho do bem que faz ficar sem a cafeina para pessoas como nós. O problema é vencer essa barreira da abstinência…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: