Respeito e bom senso

Eu estava lendo uma notícia no Terra sobre uma funcionária da NET de Sorocaba ter sido obrigada a fazer flexões de braço durante o expediente por não ter conseguido responder a emails enviados por um coordenador de unidade. A NET se defende dizendo, de acordo com a notícia, que “a trabalhadora não provou categoricamente o constrangimento psicológico que diz ter sofrido”.

Ora, forçar uma pessoa a fazer flexões de braço na frente de seus colegas gera, sim, constangimento. Se não fosse assim essa não seria uma das formas de punição que os militares praticam; não é apenas o incômodo de ter que “pagar” um número X de flexões, mas é também o bullying sofrido depois, que faz com que esse recurso seja utilizado. Se não fosse uma punição que causasse algum sentimento negativo, que propósito teria?

Existe uma coisa chamada “bom senso” que diz que não deveríamos sujeitar as pessoas a determinadas situações. Como eu tenho bom senso nunca vou expor meus subordinados à humilhação de “pagar 10” na frente dos colegas. Até mesmo quando eu preciso repreender alguém tenho o cuidado de chamar essa pessoa pra conversar numa sala.

Outra coisa, chamada “respeito”, nos ajuda a compreender quais os limites do outro. Evito fazer o que incomoda o próximo (mas não sou perfeito e às vezes acabo faltando, sim, com o respeito). E é tão fácil perceber o que incomoda quem está à sua volta — e, principalmente, é perfeitamente possível evitar. Quando eu digo que alguém não me respeita, exponho o porquê e vejo a pessoa repetir o erro chego rapidamente à conclusão de que a pessoa simplesmente é incapaz de me respeitar. E, provavelmente, não tem bom senso também; se tivesse pararia pra pensar antes de cometer os mesmos erros.

Respeito e bom senso, ao meu ver, são fundamentais para a manutenção de qualquer relacionamento. Mas nem todo mundo entende isso, infelizmente.

Explore posts in the same categories: Pensamentos

5 Comentários em “Respeito e bom senso”

  1. Isabel Says:

    Sabe, eu estou passando por uma fase ruim no quesito relacionamentos amorosos justamente por falta de respeito e bom senso do último cara com quem me relacionei. O que ele fez? Parou de entrar no gtalk, parou de responder e-mails e trocou de número de celular. E não deu explicação nenhuma. Foda… =/

    PS: Faz tempo que não comento aqui, né?

  2. autoajudasentimental Says:

    ahhahaahha pois é, Bel… senhorita anda sumida! Na verdade acho q nós andamos sumidos…😛
    A pior coisa que existe é quando um dos membros do casal toma decisões sem consultar ou comunicar o outro. E o pior é que isso é da natureza da pessoa; ela foi educada pra ser assim. Então ela precisa ter um motivo muito forte pra querer mudar, pra aprender a te respeitar. Se você acha que vale a pena conversar com ele e explicar que esse tipo de coisa te aborrece, vá em frente. Do contrário, eu acho melhor virar a página (se você já não tiver feito isso).

    • Isabel Says:

      Não vou conseguir virar a página enquanto não falar com ele, então… =/

      • autoajudasentimental Says:

        hmmmm depende… você acha que realmente vai adiantar alguma coisa? Você acha que ele pode passar a te respeitar? Se sim, acho que vale a pena conversar. Do contrário, talvez valha a pena conversar apenas pra colocar um ponto final, por mais triste que seja.

  3. Isabel Says:

    Creio que seria o caso de colocar um ponto final mesmo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: