“Por que você não me ama?”

Estou assistindo a um filme enquanto escrevo. O nome dele não vem ao caso, mas talvez seja relevante dizer que é um desses romances bem “água com açúcar”.

Peguei o filme pela metade, então não sei dizer exatamente do que se trata. Só sei que o cara acabou de dizer algo que feriu os sentimentos da moça, e ela perguntou por que ele não a ama.

Por que as pessoas precisam se sentir amadas? Por que amar o outro pode significar “possuir” e ao mesmo tempo “ser possuído” pelo outro? Aliás a impressão que eu tenho é de que as pessoas querem se sentir amadas, desejadas, para ter a sensação de que o outro é sua propriedade; se ele me ama é porque é submisso a mim.

Por que as pessoas precisam desse sentimento? Por que elas não podem simplesmente estar com a outra pessoa, sem cobranças ou exigências — e sem ter essa reafirmação constante do sentimento alheio?

Explore posts in the same categories: Aleatórios, Pensamentos

4 Comentários em ““Por que você não me ama?””

  1. Luciana Mattos Says:

    Eu pontuo constantemente sobre estas questões abordadas nesta artigo. Em diálogos com amigas( são ela na minha leitura que mais sofrem com isso) Por que não são capazes de ter individualidade quando estão se relacionando? Por que se isolam dos amigos deixam de serem felizes? São tantas perguntas e observações de relacionamentos mais sofridos do que vividos.
    Com isso gostaria de compartilhar informações sobre este e outros temas , gosto de usar o nome de
    programações do subconsciente ou mitos sociais!
    Foi uma prazer visitar se blog

    • autoajudasentimental Says:

      Valeu, Lu! Volte mais vezes!🙂
      Estou vendo seu blog também. Achei bem interessante…
      Eu costumo dizer que a evolução da raça humana não foi necessariamente algo bom, pois ela trouxe problemas e questionamentos que nenhuma outra espécie tem. Temos todo esse melindre com relacionamentos, principalmente os amorosos. Os animais agem de maneira muito mais prática: eles se relacionam apenas pra garantir a continuidade da espécie.
      Enfim… esse é o mundo em que vivemos, né? Não podemos ser animais… temos que nos adaptar a essa realidade em que as pessoas querem “possuir” o outro, e descartá-lo ao primeiro sinal de defeito.

      • Luciana Mattos Says:

        Meu desafio agora e escrever sobre solidão.. os aspectos positivos. uffa. rs Domingo ou segunda vou postar..
        Outra coisa estou adicionando seu link ao meu blog as pessoas merecem ter este prazer..

      • autoajudasentimental Says:

        Poxa, Lu! Muito obrigado! Que bom que você curtiu!😀

        Tentei entrar no seu blog pra poder colocar um link aqui no Autoajuda também, mas recebi uma mensagem dizendo que ele não está mais disponível. Talvez eu esteja tentando acessar o blog errado? O endereço é http://lucianagmattos.wordpress.com/ ?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: