Essa tal liberdade

Às vezes me pego pensando naquele pagode besta que perguntava “o que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?”

Quer saber o que eu faço com a minha liberdade? MUITA coisa!

Acordo a hora em que eu quiser nos fins de semana e passo o dia inteiro largado no sofá assistindo TV ou navegando na internet se me der vontade, sem precisar aguentar encheção de saco.

Trabalho o quanto eu achar necessário, especialmente quando precisam de mim, sem ter que dividir a atenção com gente carente, sem ter que ouvir gente falando na minha orelha que eu estou ficando viciado em trabalho.

Posso empinar pipa, andar de skate e curtir os joguinhos do meu celular sem ser julgado por isso.

Como o que eu quiser sem me preocupar se tem manjericão, alho ou qualquer outra coisa que eu goste.

Por falar em comer…

(OK, não vou cometer essa grosseria. Vamos colocar de forma melhor…)

Durmo com a mulher que eu desejar, uma vez que não estou comprometido com ninguém. Isso me isenta de culpa, o que, por sua vez, me livra de peso na consciência…

Não preciso me preocupar com a hora em que voltarei pra casa — e nem com o fato de outras pessoas não estarem em casa.

Posso beber o quanto quiser quando estou em casa sem me preocupar se poderei desencadear o alcoolismo em pessoas que tenham essa tendência.

Ouço a música que eu quiser no volume em que eu desejar.

Enfim, sendo livre aprendi a ser eu mesmo sem me preocupar se estou incomodando os outros. Tem coisa melhor que isso?

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: