Hey Joe

O que a falta de internet faz com o ser humano, não é mesmo? Estava eu em casa cortando as unhas e pensando bobeira quando comecei a me lembrar de Hey Joe, um dos mais famosos clássicos do Jimi Hendrix. Aí fiz essa interpretação totalmente incomum da letra dessa música:

Hey Joe, where you goin’ with that gun in your hand?
Hey Joe, I said where you goin’ with that gun in your hand?
I’m gonna shoot ma ol’ lady
You know I caught her messin’ ‘round with other man

Até aqui parece apenas um cara que quer se vingar da mulher que o traiu, certo? Na verdade a mensagem da música não é bem essa…

Hey Joe, heard you shot your woman down
Hey Joe, heard you shot your lady down

Oh, meu Deus! Ele matou a mulher? Tô falando que não!

Vejam só o que se segue…

Yes I did it, I shot her
You know I caught messin’ ‘round the town
I took up my gun and I shot her

Calma, ele não matou a mulher pra valer. Isso é apenas uma força de expressão. I took up my gun significa que ele tomou uma atitude e decidiu eliminar de vez de sua vida aquela que o traiu. Ele a “matou” da vida dele, por assim dizer.

Hey Joe, where you gonna run to now?
Where you gonna go?
I’m gonna way down south, way down Mexico way

Quem já ouviu essas músicas mais moderninhas já percebeu que americano tem mania de chamar, digamos, as partes baixas de down south. Na verdade o que Jimi diz aqui é que ele vai correr pra se acabar em noites de luxúria e prazer com a mulherada sem pensar no amanhã. Vai partir pra putaria mesmo pois o lado bom da vida está lá!

Gonna way down south
Way down where I can be free

E a gente pensando que ele estava sendo preconceituoso e dizendo que no México todo gringo fica impune… o que ele diz aqui é que se acabando nos down souths da vida (isto é, procurando ter de experiências sexuais com o maior número de mulheres) é que ele vai ser um homem livre!

Ain’t no hangman gonna get a rope around me

Tipo… o casamento do cara acabou da pior forma possível, com a mulher botando um belo par de chifres nele. Pra que casar novamente? O que ele menos quer agora é alguém que coloque uma coleira nele, um “capanga” que coloque uma corda no pescoço dele e o controle por conseguinte.

Eu sou um gênio. Ou não.

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: