It’s oh so quiet…

(Escrevi este post sob a inspiração de It’s Oh So Quiet, da Björk, daí o título.)

Tive uma grande desilusão amorosa há pouco mais de um ano como todos sabem. Não estou começando o post com esse comentário pra me fazer de coitadinho; já passei da fase em que eu contava com a compaixão alheia ao narrar minha história. A ideia de começar este post falando sobre meu sofrimento no passado é apenas pra lembrar que um dia ele existiu — e sucumbiu em algum momento do ano que terminou pra abrir espaço a um novo amor.

A vida tem uma capacidade extraordinária de nos surpreender. Quando menos esperamos as coisas acontecem: surge uma oportunidade de viajar praquele lugar que você sempre sonhou em conhecer, sobra uma graninha que te possibilita trocar de carro… e surge aquela pessoa especial quando você simplesmente não está procurando ninguém!

De repente você se lembra de como é bom estar apaixonado. O perfume da pessoa por quem você passa a se interessar vem à sua mente e você tem a certeza de que o está sentindo ao seu redor; a saudade bate até mesmo quando você está há apenas um dia sem vê-la; você passa a ter uma espécie de ideia fixa pela pessoa, e fica boa parte do tempo pensando nela, no que ela deve estar fazendo… e mesmo que esse sentimento se manifeste de forma platônica (e mesmo que não venha a dar em nada) é muito bom senti-lo! Melhor ainda é compartilhá-lo com a pessoa amada…

Por mais que pensemos que estamos totalmente fechados pro amor ele vem da forma mais inesperada possível — e reforça aquele ditado que diz que “Deus escreve certo por linhas tortas”!

E, por mais que se tema que tudo isso termine um dia (e por mais que esse medo da perda nos impeça de dizer à pessoa tudo o que sentimos por ela) o que mais desejamos é curtir o momento sem pensar no dia de amanhã.

Que este ano que se inicia nos presenteie com a leveza do mais belo dos sentimentos, e que possamos dá-lo a uma pessoa especial — e, claro, recebê-lo de volta.

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

One Comment em “It’s oh so quiet…”

  1. marina Says:

    Boa sorte!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: