Medo da morte

Eu tinha um medo absurdo de morrer. Chegava ao ponto de nem conseguir pensar na frase “não quero morrer” sem sentir um arrepio mórbido pelo corpo. Não sou exceção; sei que muita gente tem esse mesmo medo pois a morte é algo desconhecido. Alguns até acreditam terem conversado com pessoas que estão “do lado de lá” (assunto sobre o qual não tenho uma opinião formada) e tiveram o conforto de saber que existe vida após a morte e é muito bacana. Eu nunca tive esse contato — ou pelo menos não sei se devo acreditar que os sonhos que tive com entes queridos já mortos eram uma forma de eles entrarem em contato comigo. De qualquer forma sempre tive motivos pra temer a morte.

Uma das coisas que mais me preocupavam era justamente minha ex-esposa. Não poder abraçá-la mais. Não poder mais dormir de conchinha (isso pode até ser meio piegas mas eu gosto, fazer o quê?). Não sentir mais o cheirinho do xampu que ela usava. Não ver mais minha melhor amiga, não fazer mais palhaçadas pra ela rir quando ela estava brava comigo. Não ficar sentado no sofá vendo TV e abraçando-a, fazendo carinho…

Morri um pouco quando a perdi. Talvez por causa disso eu tenha perdido meu medo de morrer: justamente porque meus piores medos caso eu morresse se tornaram reais.

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: