Perfeição – parte II

Acho que perdi um pouco o jeito de como é namorar. Isso tem feito com que eu seja criterioso demais com minhas pretendentes. Pior ainda: tenho tido medo de me relacionar com elas, não gostar e acabar ferindo os sentimentos delas. Isso me faz perder algumas oportunidades de me divertir — e de, quem sabe, encontrar um novo amor.

Por exemplo, a menina do “ver se pode” que eu mencionei em um post anterior. Ela beija de um jeito incrivelmente gostoso e sexy! Rolou uma química perfeita entre a gente, pelo menos no que diz respeito a beijo, pele etc. Nos encontramos pela primeira (e até agora única) vez no Dia dos Namorados e foi muito bom, apesar dos assuntos superficiais e dela morar longe demais (eu já havia falado sobre isso no post anterior também). Acabei desanimando… até que ela começa a conversar comigo no MSN um dia desses e diz que não consegue me esquecer! Eu comecei a lembrar de como aquele Dia dos Namorados foi gostoso e pensei “por que não repetir?”

Ela não é a mulher mais bonita do mundo. Também não é a mais feia, mas normalmente não me chamaria a atenção se eu fosse me apegar apenas à beleza física.  Não é a mais brilhante das mulheres mas até que é legal estar com ela. Enfim… o fato é que eu estou prestes a me dar uma segunda chance com ela. Vamos ver no que vai dar!

• – • – •

Decidi adotar como lema a seguinte frase: the greatest accomplishments belong to those who dared. Toda vez que eu me deparar com uma situação em que eu tiver medo de me atrever vou parar, respirar fundo e agir, sempre tendo em mente essa frase. Não tenho nada a perder; só perco se não tentar!

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Tags: , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “Perfeição – parte II”


  1. Sei que traição em casamento deve ser traumatizante, mas ja fui traida “n” vezes, por ficantes, namorados e até um noivo, mas nem por isso deixei de dar nova chance para o amor, hj acredito que tenha encontrado alguém com caráter e valor, mas não vou ficar pensando que posso estar errada e perder a oportunidade de ser feliz, o que importa na verdade é o que nós fazemos e como nós vivemos e acreditar assim que atrairemos nosso semelhante.
    Dê uma segunda chance não pra ela, e sim pra vc, e boa sorte!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: