E agora, José?

Nas minhas andanças pela internet acabei encontrando um post no blog Doces ou Travessuras que me deixou feliz. O post, entitulado “E agora, José?”, fala sobre traição e a decisão entre terminar um relacionamento e tentar resolvê-lo. O que eu achei interessante foi o que a revista Criativa publicou em uma de suas edições. Claro que meu caso não foi exatamente o que a autora do blog descreve mas eu identifiquei meu caso com o que foi publicado na revista — os sinais de que eu estava sendo traído e a resolução de terminar por parte dela. Há também uma lista de nove dicas de como salvar um relacionamento ou terminar de vez. Num primeiro momento tive a impressão de que minha ex leu esse texto, pois ela seguiu praticamente todo o roteiro! Porém as dicas que mais me chamaram a atenção foram justamente as dicas que ela não seguiu. Abaixo segue o copy-paste delas juntamente com meus comentários:

Converse abertamente.
Sem medo de brigar, simplesmente fale tudo o que você está sentindo. Com sinceridade, sem se esconder atrás de desculpas como “Ele é tão bonzinho” ou ” não existe um motivo para terminar”, uma vez que o motivo é o fato de não estar se sentindo bem, e o diálogo os ajudará a identificar a razão para o mal-estar. Só assim poderá corrigir, ou desistir.
(Isso ela fez… uma única vez, num dia em que eu estava de péssimo humor! Quando ela me disse que queria terminar eu comentei que deveríamos ter discutido mais a nossa relação e ela me disse que ficou com medo de que eu tivesse a mesma reação que tive nesse único dia em que conversamos. O engraçado é como o medo pode ser relativo: a pessoa tem medo de discutir com uma pessoa que construiu uma vida com ela mas não tem medo de trair!)

Descubra como vocês expressam o amor.
Você gosta de ser elogiada e ouvir frases carinhosas, mas ele prefere demonstrar dando presentes, por exemplo. É importante dizer o que você espera, é importante perceber de que forma ele demonstra o amor e se está inclinado a mudar, ou se é capaz de fazê-lo.
(No dia em que discutimos ela me disse o que esperava e eu me esforcei para mudar. Quando ela disse que queria terminar ela reconheceu meu esforço. Porém eu ainda tenho a impressão de que ela não sabia muito bem o que esperar de mim — e talvez ainda não saiba o que esperar de quem deve estar com ela agora! Mas um dia ela aprende…)

Não tenha medo de se arrepender.
Se acabou e depois você descobriu que ele é realmente o homem que você quer, não tenha medo de voltar atrás. Claro que, não vale tomar esta decisão baseada no medo de ficar sozinha. Além disso, é impossível  prever, tomar decisões ou não tomá-las baseada no que pode ou não ocorrer, não ajuda em nada.
(Eu tenho certeza de que ela se arrependeu e não quer dar o braço a torcer, e tenho motivos fortes pra acreditar nisso… só posso lamentar!)

 Não estou tentando demonstrar nada com esse post. Escrevi apenas para dizer que tenho a consciência tranquila de que fiz a minha parte e não mereci o que aconteceu. As únicas coisas que faltaram no meu relacionamento foram maturidade, caráter e uma boa estrutura emocional — não de minha parte!

Sei que não podemos nos apegar a tudo o que lemos por aí mas esse é o tipo de coisa que me conforta. Um dia desses eu li também um texto (infelizmente não me lembro onde) sobre relacionamentos longos. A visão do autor era de que quem ama de verdade entende as transformações do relacionamento e valoriza a pessoa que está com ela, não suas atitudes. Eu sempre tive esse pensamento; ela, não. Eu a via como uma parceira, uma best friend with benefits, como diria Alanis. Não faço ideia do que ela esperava de mim, e talvez só hoje ela mesma tenha descoberto!

Mais uma informação que reforça minha total ausência de culpa pelo fim desse relacionamento — e mais um motivo para eu dormir tranquilo!

(Tenho certeza de que serei sacaneado por causa do título deste post. Quem mandou ter esse nome?)

Explore posts in the same categories: Pensamentos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: