Traição, ética e darwinismo

Eu sei que esse blog foi feito para procurar ajudar aqueles que passaram ou estão passando por uma separação, no entanto fiquei com vontade de mudar o foco, talvez apenas para essa postagem, para desabafar um pouco.

Os leitores desse blog sabem que meu casamento acabou por falta de imaturidade da parte de minha ex, que acabou optando por viver aventuras com um colega de faculdade. Fui traído, sim, apesar de ela negar até a morte. Não tenho vergonha de falar sobre isso; quem deve se envergonhar é quem faz! Ainda mais com meu histórico de marido exemplar — ela mesma reconhece que eu fiz por ela o que dificilmente outro homem fará. Mas o que deu errado então? Por que ela quis terminar se estava tudo indo bem?

Na verdade hoje percebo que as coisas não estavam indo bem há algum tempo. Um dia desses li um artigo entitulado Aprenda 10 sinais que podem indicar que você está sendo traído. OK, talvez não devamos nos apegar tanto assim ao que lemos por aí, mas o interessante foi que, ao lembrar dos últimos meses em que estivemos juntos, notei pelo menos sete das características mencionadas no artigo. Isso na verdade só veio reforçar outras coisas que notei, mas nem vale a pena expor aqui.

Geralmente dizem que o culpado pela traição é o traído, por não dar a devida atenção à parceira. Aí vem a pergunta: o erro foi meu? Vejamos: eu fazia absolutamente tudo por ela! Me matei de trabalhar para poder nos manter, fiz todos os caprichos dela, passei a acordar bem mais cedo do que deveria para levá-la ao local de trabalho (e depois ia buscá-la todo dia na faculdade), além de várias outras coisas — e, acreditem, a lista é longa!

Já me disseram até (ela, inclusive) que meu erro foi justamente ter sido bonzinho demais, dedicado demais. Que mundo é esse em que dedicação é algo errado? Que sociedade é essa em que vivemos que despreza as pessoas que fazem tudo pela pessoa amada? Aqui não estou falando apenas da minha situação; vejo outros homens reclamando exatamente da mesma coisa: suas namoradas têm discussões intermináveis sobre o jeito de ser deles, que é semelhante ao meu. Alguns amigos meus passaram pela mesma situação que eu passei justamente por terem sido “bonzinhos demais” com as namoradas.

Li em um outro momento uma resposta a uma carta do leitor de um blog que eu geralmente visito, o Papo de Homem. O tema é justamente homens bonzinhos versus homens “malvados”. O interessante é que em todos os casos citados acima (incluindo o meu) notei um histórico semelhante: fomos trocados por homens que não tiveram o mínimo respeito ao relacionamento alheio. Pelo que minha ex conta o cara com quem ela me traiu ainda estava namorando quando eles começaram a se interessar um pelo outro, o que denota a total falta de ética dele. Mas foi ele quem acabou ficando com ela no fim das contas, o que reforça a crença de que as mulheres preferem os canalhas mesmo!

Fazendo um link com uma entrevista do biólogo Richard Dawkins, defensor ferrenho do darwinismo e autor de “Deus, um Delírio”, na Flip, penso que talvez eu e outros homens dedicados, fiéis e honrados, somos espécies em extinção. E não digo isso por sermos raros, mas por sermos o elo mais fraco; ora, se as mulheres preferem os cafajestes que espaço poderemos conquistar no coração delas? Como podemos competir com os homens que não prestam se nossos valores morais não são bem o que elas buscam?

Um termo que Dawkins utiliza bastante em sua literatura é zeitgeist ou, de acordo com sua definição, “espírito da época”. De uma forma geral parece que o zeitgeist atual é a falta de ética nos relacionamentos, a corrupção, o “levar vantagem em tudo”, a traição. Não sei se eu gostaria de me adaptar a esse estilo de vida, mas se eu realmente quiser garantir minha sobrevivência e a continuidade dos meus genes na Terra talvez essa seja minha única opção.

Explore posts in the same categories: Pensamentos

4 Comentários em “Traição, ética e darwinismo”

  1. Urd Sammy Says:

    Zé, gostei muito do seu post e tomei a liberdade de colocar um link p/ seu blog num forum de discussão q frequento, há um tópico com um assunto similar, p/ acessá-lo é necessário ser cadastrado no forum, mas segue o link se vc tiver curiosidade de ver o andamento da discussão: http://www.omegageek.com.br/forum/showthread.php?p=155994#post155994

    • autoajudasentimental Says:

      Nossa, Sammy! Me deixou sem palavras agora! Sério mesmo!
      Não consegui acessar o link que você enviou pois não tenho permissão pra acessar o grupo de discussão, mas já estou pedindo. Se eles me deixarem acessar eu vou aproveitar pra opinar por lá também! ;-D

      Valeu pelo comentário. Fiquei muito contente em saber que você gostou!🙂

  2. Cintia Moreno Says:

    Quando li esse post pela primeira vez, não quis comentar, mas hoje, relendo-o, identifico muito dessa característica “Homem Bom” no meu namorado, mas também percebo muito isso em muitos amigos… Você é romântico, zé, só isso… Te aconselharia a não perder seus valores, por culpa de quem não está nem ai para isso. E seus valores é tudo o que importa! Acredite, há mulheres por ai procurando homens exatamente como você. Pare de procurar, aguarde! A gente só se abre de verdade, quando aprendemos que a vida não é só estar ao lado de alguém e sim, sendo útil para alguém. O amor de verdade, parece que vem como um “brinde” enviado por Deus. Espero que você seja feliz nas suas futuras escolhas… Um abç!🙂

    • autoajudasentimental Says:

      Concordo contigo, Cintia! Por isso perdi um pouco da pressa pra encontrar “a” pessoa. Além disso, descobri que não vale a pena abrir mão de meus valores e princípios… o ideal é buscar conhecer pessoas que tenham princípios e valores parecidos com os meus, ao menos no que diz respeito a relacionamentos. Dizem que a gente acaba construindo relacionamentos, sejam eles amizades ou algo mais profundo, com pessoas que se parecem conosco, não é?😉

      Valeu pelo comentário!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: